Notícias

Jovem Agricultor Aprendiz fortalece inclusão de pessoas com deficiência

Curso do Senar/AL é destinado a pessoas com deficiência

Curso é promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Alagoas

O objetivo do curso Jovem Agricultor Aprendiz, promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Alagoas (Senar/AL), é contribuir para o desenvolvimento de jovens no meio rural e incentivar o trabalho no campo. Mas o curso está indo além em suas atividades na Usina Caeté. A capacitação tem abraçado pessoas com deficiência, registrando a contratações no quadro da empresa.

Segundo a gerência de Gestão de Pessoas, oito aprendizes com necessidades especiais ingressaram na empresa oriundos da turma do Senar. A turma atual, que conta com 22 alunos, também é campo fértil para oportunidades e também conta com alunos PCD. Para melhor atender os aprendizes, inclusive, a usina contratou interprete de Libras.

A aprendiz Cícera Emanuela, de 19 anos, tem deficiência auditiva. Para ela, asua limitação não foi sinônimo para se entrosar com a turma. “Quando cheguei, recebi um acolhimento muito bom e com todos sempre muito preocupados em me fazer sentir bem para garantir total aprendizado. Também, às sextas-feiras, eu tenho a oportunidade de ensinar Libras para a turma”, disse.

Segundo a instrutora do Senar Aparecida Therto, o curso traz oportunidade de forma igualitária. “É bem dinâmico e prepara esse jovem para encarar as atividades produtivas do meio rural, complementadas com o desenvolvimento das competências de empreendedorismo”, destacou.

Apesar do sucesso no aproveitamento, o recrutamento desses jovens ainda é considerado difícil para a equipe de Gestão de Pessoas. “O trabalho feito com esses jovens é de muita valia para a sociedade, tendo em vista a inclusão para que todos tenham acesso ao conhecimento e capacitação. Mesmo assim, a gente ainda enfrenta dificuldades de aceitação e localização de jovens que queiram estar conosco adquirindo novos conhecimentos”, destacou a gerente de Recursos Humanos, Marta Sampaio.

Fonte: Caderno Rural – Jornal Gazeta de Alagoas
16 de janeiro de 2022

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *