Notícias

Aprendizes visitam Oficina Agrícola da Usina Caeté

50

Aprendizes do curso de Mecânica de Manutenção de Tratores da Usina Caeté, desenvolvido em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/AL), realizaram no último dia 25 uma visita técnica à oficina agrícola da empresa.

Acompanhados pelo instrutor da disciplina, José Cleto de Araújo Alves, os 18 alunos tiveram a oportunidade de observar a rotina dos mecânicos da usina. “O objetivo é por em prática tudo aquilo que foi dado em sala de aula, e com isso despertar o interesse deles pela profissão, o grau de responsabilidade e comprometimento com as tarefas que cada profissional desempenha. E o mais importante, de como trabalhar em equipe e interagir ao mesmo tempo com diferentes atividades dentro do setor de trabalho”, destacou José Cleto.

O instrutor salientou ainda que os alunos conheceram algumas das ferramentas utilizadas pelos mecânicos e observaram atentamente os serviços realizados. “Nossa turma de aprendizes viu também a montagem e desmontagem de motores, troca de peças, montagem e desmontagem de partidas, alternadores, sistema de ar condicionado, soldagem, utilização do maçarico de corte, como desenhar e cortar com o maçarico na chapa de ferro, lubrificação, troca de óleos, troca de filtros e conheceram o laboratório de análise de óleo, e como funciona um torno mecânico, entre outras atividades ali desenvolvidas”.

Para a aluna Renária Mirelle Ventura dos Santos (21), a experiência vivida na oficina agrícola da Usina Caeté foi bastante enriquecedora. “Colocamos em prática os conhecimentos que adquirimos nas aulas teóricas. Já tive o prazer de conhecer três áreas diferentes: a elétrica, a caldeiraria e a análise, que apesar de serem de atuações diferentes, estão super interligadas quando se trata do processo. Não vejo a hora de começarmos o período da prática, para aprofundar e adquirir ainda mais conhecimentos, tanto nas áreas mecânicas, quanto na administrativa, que também tive o prazer de conhecer um pouco e onde me identifiquei bastante. Sou grata a Usina Caeté por esta oportunidade, a qual estou aproveitando ao máximo!”.

Diogo Guilherme dos Santos (21), qualificou como uma das melhores oportunidades já vividas. “Consegui assimilar várias atividades mecânicas e elétricas que, com certeza, levarei para a vida inteira! Foi bastante interessante e gratificante para mim! Os funcionários da garagem são bem receptivos com os aprendizes e nos deram total suporte sobre a área, além de dicas, conselhos, forma prática do trabalho em si! Me senti um verdadeiro colaborador da Usina Caeté”.

A analista de Gestão de Pessoas e mobilizadora do Programa de Aprendizagem da Usina Caeté, Eliene Melo, salientou a boa acolhida da gerência e dos profissionais da oficina. “A receptividade é grande e eles não medem esforços para ensinar as atividades desenvolvidas na área”, finalizou.

Ascom Usina Caeté

Galeria de Fotos

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *