Notícias

Novo reconhecimento: Pauliceia amplia homenagens a colaboradores que se destacam na produção da colheita mecanizada

Regiane de Alcantara Santos (Operadora de Colhedora), Edna Oliveira Martins (Operadora de Trator Transbordo), Yara Firmino Barbosa (Operadora de Trator Transbordo) e Michele Cristina Canuto (Operadora de Colhedora).

Mantendo a programação de homenagens propostas em reconhecimento aos índices alcançados na colheita da cana-de-açúcar da Usina Caeté – Unidade Pauliceia (SP), foram realizadas novas premiações nesta quarta (16) e quinta-feira (17).

Nesta segunda edição da premiação, a gerência da Unidade Pauliceia resolveu estender as homenagens também para os operadores de tratores de transbordo, dos turnos A, B e C.

“Uma frente de colheita é um trabalho resultante de uma equipe sincronizada, onde merecidamente todos aqueles que se destacam recebem a premiação”, salientou o gerente agrícola da Pauliceia, Glênio Fireman Tenório Filho.

Pela segunda vez consecutiva, as três operadoras de colhedora Michele Cristina Canuto, Regiane de Alcantara Santos e Julia Ana Pereira Zanati, que operam a mesma máquina, foram os destaques durante os meses de julho e agosto. Juntas, as campeãs atingiram um total acumulado de 47.529,93 toneladas, perfazendo uma produção de 779,18 tonelada/máquina/dia.

As três operadoras de colhedora campeãs agradeceram o reconhecimento e se mostraram surpresas com os índices alcançados, os quais atribuem ao trabalho dedicado e eficaz. “Agradecemos a toda frente da colheita mecanizada. Somos uma verdadeira equipe, não teríamos ganho sem o apoio de todos!, enfatizaram Michele Cristina Canuto e Regiane de Alcantara Santos.

Para Julia Ana Pereira Zanati, que recebeu com grande satisfação a premiação, o resultado é motivador. “A premiação me motiva muito e motiva os outros colaboradores também! Agradeço o reconhecimento mais uma vez!.

Histórico – Michele Canuto e Julia Zanati foram treinadas na Unidade Pauliceia e sempre se destacaram nas funções desempenhadas. Ingressaram no ano de 2011 como trabalhadoras rurais. Ainda naquele ano, passaram a operar trator e, desde 2013, ocupam a função de operadoras de colhedora. Já Regiane Santos, também admitida em 2011, iniciou suas atividades na empresa na função de operadora de trator, e após dois meses, passou a operar a colhedora.

No Trator Transbordo, os destaques foram os colaboradores Edna Oliveira Martins, Yara Firmino Barbosa e Marcelo Martins dos Santos. Os campeões alcançaram um total acumulado de 24.321,94 toneladas, numa produção de 405,37 tonelada/máquina/dia.

Para Edna Oliveira Martins, que ingressou na Unidade Pauliceia em abril deste ano, como
operadora de máquina agrícola II, foi uma grata surpresa o resultado obtido. “Fico feliz pelo reconhecimento e agradeço a todos que trabalham comigo, pois, somos uma verdadeira equipe”, assinalou.

Admitida em maio de 2016 como trabalhadora rural, a colaboradora Yara Firmino Barbosa iniciou, em junho deste ano, sua atividade como operadora de máquina agrícola ll e não escondeu a satisfação com a premiação. “Estou muito feliz, pois as mulheres estão conquistando cada vez mais espaço. Agradeço o reconhecimento da empresa e as minhas companheiras de trabalho”.

O colaborador Marcelo Martins dos Santos, que ingressou na Unidade Pauliceia em maio de 2016, como trabalhador rural na Irrigação, mudou recentemente de função, mais precisamente em junho deste ano e já obteve destaque. “Gostei muito de receber esse reconhecimento. Espero que possam existir outras oportunidades, pois busco sempre melhorar! Destacou Marcelo Martins dos Santos, que também fez questão de agradecer a toda equipe que trabalhou ao seu lado nesse período.

Cada colaborador recebeu um certificado de reconhecimento e um brinde simbólico da empresa. Participaram da homenagem a assistente de Gestão de Pessoas, líderes da colheita mecanizada e técnicos agrícolas.

Números – Na Unidade Pauliceia, 61 homens e 11 mulheres operam colhedoras e nas máquinas agrícolas são 56 homens e seis mulheres. Na opinião do gerente agrícola, a atuação destacada das mulheres, num ambiente predominantemente masculino, não é mais uma surpresa, pois as oportunidades surgem para todos, de maneira imparcial. O desempenho operacional é decisivo para que todos atinjam seus objetivos. A empresa investe em máquinas modernas e em treinamentos, garantindo a todos a possibilidade de crescimento profissional”, finalizou.

Carmem Valéria Neves dos Anjos (Mte 579/AL)

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *