Notícias

Folclore, herança de outras épocas

*Rejane Soares

Percebemos que o folclore que tanto encantou e assustou gerações passadas, agora não assusta mais ninguém. Nos dias atuais a criançada só pensa em tecnologia, e até o folclore ficou sendo apenas virtual, nos jogos online ou em animações do WhatsApp.

Entretanto, nós professores da Escola Conceição Lyra trabalhamos na busca da valorização constante do resgate do nosso folclore, contribuindo para não deixar morrer a nossa história, pois história é vida.

Trabalhar o folclore em sala de aula é muito prazeroso e dá gosto ao ver como os alunos ficam encantados, descobrindo o que ele tem de bom. O folclore brasileiro é a mistura de mitos, provérbios, lendas, histórias de todos os tipos com seres assustadores e ao mesmo tempo fantásticos, que vivem no imaginário das pessoas. O Brasil é rico na diversidade folclórica que cada região apresenta e que formam a identidade nacional, destacando os povos brancos, negros e índios como formadores de toda essa riqueza, herdamos deles um verdadeiro tesouro cultural. Comemorar o dia 22 de agosto, é poder reacender nas novas gerações a vivência de gerações passadas, misturar o antigo com o moderno, despertar a curiosidade das crianças para que preservem nossa cultura.

Rejane Soares, professora do 4º e 5º anos

O folclore é importante para que haja uma troca cultural com as diferentes regiões do Brasil, assim como é imprescindível para manter os costumes e as crenças folclóricas, preservando cada vez mais a diversidade dentro do país.

Reviver o folclore e toda a sua riqueza, é trazer de volta o encanto que a diversidade tem pra ensinar.

Turma do 9º ano.

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *