Notícias

Grupo Carlos Lyra promove VI Simpósio Agrícola e anuncia início de moagem em Alagoas

Fazer um balanço das últimas safras e projeções para a moagem 2009/2010. Este foi o tema do VI Simpósio Agrícola, que reuniu, no último dia 2, cerca de 90 colaboradores da Usina Caeté S/A, Matriz e das Unidades Cachoeira e Marituba. O evento foi realizado no auditório da Escola Conceição Lyra, localizada em São Miguel dos Campos.

Na abertura, alunas do 9º ano do Ensino Fundamental fizeram uma apresentação teatral sobre a Influenza A, chamando a atenção de todos os presentes sobre a importância das medidas preventivas para combater a nova gripe. O texto, de autoria do professor Salomão Luna Júnior, relata desde o surgimento do primeiro caso da doença até os recentes dados divulgados pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Nas três usinas de Alagoas foram fixados cartazes produzidos pelo Ministério da Saúde contendo informações sobre a Influenza A.

O simpósio foi iniciado com uma apresentação sobre os indicadores de desempenho das três unidades industriais. A programação incluiu debates sobre seleção de pessoal; colheita manual, colheita/fornecedor, plantio, experimentação, controle químico de ervas daninhas, irrigação, controle de pragas e doenças, colheita mecanizada, mecanização agrícola, transportes, adubação/calcário e gesso, custos de produção e manutenção básica e preventiva.

Segundo o diretor Aryl Lyra, o diferencial desse encontro é uma maior integração entre os colaboradores das usinas de Alagoas pertencentes ao Grupo Carlos Lyra. “São unidades industriais localizadas em regiões distintas e com características diferenciadas. Essa discussão é fundamental para aprimorarmos as técnicas adotadas”, destacou Lyra.

Segurança no campo – O engenheiro de Segurança do Trabalho, Jameson de Oliveira Ramos, apresentou dados relativos à redução no número de acidentes de trabalho registrados no campo. “A exemplo de Caeté (Matriz), analisando as duas últimas safras, alcançamos um percentual de 64% na redução dos acidentes, um índice satisfatório e que denota o trabalho que vem sendo desenvolvido por toda a equipe de segurança e o compromisso assumido pelas unidades industriais em reduzir o número de acidentes tanto na área agrícola como na industrial”.

Moagem – Na oportunidade foram divulgadas as datas das tradicionais missas em Ação de Graças pelo início da moagem. A celebração religiosa da Caeté será na próxima quarta-feira, dia 9. Na segunda-feira, dia 14, será a missa da Unidade Marituba, situada no município de Igreja Nova. A Unidade Cachoeira, instalada na capital alagoana, realizará a missa no dia 15. A moagem na Caeté tem início no dia 14 e, na Marituba, no dia 15. Em Cachoeira, a previsão é moer dia 18.

“Essa safra sofrerá ainda os reflexos das dificuldades enfrentadas pelo setor sucroenergético na moagem passada. Porém, até o momento, as condições climáticas estão favoráveis, com chuvas bem distribuídas”, salientou Lyra, destacando ainda uma reação positiva dos preços dos insumos de um modo geral. “As dificuldades serviram como um aprendizado para todo o setor. Repensamos nossas ações e buscamos alternativas para manter a produção,” finalizou.

Prestigiaram o simpósio, os diretores Virgínia Lyra, Fernando Farias e Elizabeth Lyra Farias, bem como o assessor da diretoria, Assis Gonçalves.

Galeria de Fotos

Carmem Valéria Neves dos Anjos
Assessoria de Comunicação

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *